Samurais? Lutas? Japão feudal? Toque moderno? SAMURAI CHAMPLOO é tudo isso e muito mais!


Um dos temas que sempre gostei de ler sobre, era sobre a era feudal japonesa (inclusive se puderem, leiam algum dia, vale a pena) e esse anime que falaremos essa semana, apesar de se ambientar no período Edo, mistura elementos bem atuais (como o Hip Hop, por exemplo), falo do ótimo Samurai Champloo!

Origem, Mangá e Anime
Criado e produzido pela Manglobe, escrito e desenhado por Masaru Gotsubo, contou com um mangá de apenas 2 edições (poderão ver a edição completa abaixo) e foi feito no ano de 2004 e teve no anime seu maior destaque, até porque contou com ninguém menos que Shinichiro Watanabe na produção (o mesmo que produziu Cowboy Bebop).
Ele conta com apenas 26 episódios (sem OVAs infelizmente) e começou a ser feito ainda em 2004 e finalizado em meados de 2005. Acredito que até pela época (muito feliz para os fãs de anime, já que sempre aparecia coisa nova) ele chegou apenas um ano depois nas tvs daqui (algo não muito comum) e foi exibido nas seguinte emissoras:
Cartoon Network – Entre 2006 e 2007.
Play TV – Entre 2007 e 2008. 


História(e nada de spoiler)

Fuu
é uma garota que desde a morte da mãe, saiu pelo Japão em busca do “Samurai com cheiro de Girassóis”, no meio do caminho, ela cruza com dois samurais: Mugen e Jin, que haviam sido condenados à morte, os salva e convence-os através de uma aposta a acompanha-la nessa jornada.


 Champloo (significa “misturar” no dialeto de Okinawa)
Além de uma arte tremendamente bem feita, a história faz uma mistura tão perfeita do período Edo, com elementos atuais como Hip hop, Break, grafites, que ao assistir qualquer um poderia pensar que ao andar nas ruas na época, veriam pessoas dançando na rua, paredes grafitadas, etc.
Até mesmo eu, que não sou muito fã de Hip Hop, gostei muito da trilha sonora, pelo fato do encaixe perfeito e do complemento que ele faz na própria arte do anime (vocês poderão ver no link da abertura isso um pouco melhor).

Curiosidades
- Apesar do que é dito sobre o “cheiro de girassóis”, o aroma não é sentido por humanos.
- Para quem gosta de Hip Hop, os artistas que participaram da trilha sonora foram os japoneses Nujabes, Force of Nature, Minmi e Midicronica, além do americano Fat Jon.
- Périodo EDO (EDO era o antigo nome de Tóquio), é o outro nome dado ao Xogunato Tokugawa, que foi de 1603 até 1868 (e terminado na Restauração Meiji).
- Vale dizer também que nesse mesmo Período Edo que o Japão começou a se abrir para a cultura estrangeira (talvez o momento histórico que pegaram no mangá, não seja tão acaso assim não é?). Sim, Animendigos também é história.
Espero que tenham gostado de mais essa sugestão e semana que vem tem mais, até!

Até a próxima semana e divirtam-se!


Sobre o Autor
Luiz Fernando Mutschele
fã de esportes, games, mitologia, ler, escrever e claro... de animes!
Um dos órfãos da extinta Tv Manchete e acredita que Cavaleiros é o melhor anime da história(porque é mesmo u.u) Estarei aqui semanalmente para mostrar desde animes famosos, até aqueles que vocês pensarão: "puxa, preciso assistir". 


Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget