Mega Man 30 anos


Esse ano o mascote azul da Capcom completa 30 anos, exatamente no dia 17 de dezembro. Porém, já faz um bom tempo que não sai nada de novo de Mega Man, infelizmente, se não me engano o último jogo foi Mega Man 10 em 2010, há sete
anos e ainda por cima um jogo no estilo retrô 8 bit.
Pois é, a situação não está muito boa pro robozinho mais querido dos games, faz um tempão que Mega Man foi uma das principais franquias da Capcom e dos videogames em geral, lá no fim dos anos 80 e é claro nos 90 também.
Bem, não vou contar a gloriosa história da franquia nesse texto, vou contar minha experiência com ela, que marcou muito minha vida assim como marcou a de muitos. A primeira vez que eu vi um jogo do Mega Man acho que foi em 1992, se não me engano fui na casa do meu primo, ele estava jogando um Turbo Game, sabe como é um daqueles clones do Nintendinho 8 bits, e o jogo que ele estava jogando era justamente Mega Man 2.
Mano, quando eu vi a abertura desse jogo com o Mega Man em cima do prédio com seus cabelos balançando em gráficos 8 bits, parece algo simples e ultrapassado hoje em dia. Mas na época me impressionou bastante, vendo aquele personagem carismático com olhos grandes no maior estilo de desenho japonês foi bem marcante, e olhe que nessa época eu nem sabia o que era isso, só fui saber alguns anos depois, na estreia de Cavaleiros do Zodíaco na Rede Manchete.

Logo de cara achei o personagem muito carismático, e mesmo meu primo não me deixando jogar kkkk, essa experiência me marcou demais, parecia que eu estava vendo um desenho jogável naquele momento! Anos mais tarde, em 1996 quando ganhei meu Super Nintendo aconteceu um, digamos assim, milagre: geralmente quando se comprava o Super Nintendo só vinha junto o Super Mario World, mas por algum motivo o meu veio com um jogo diferente, e o que veio foi justamente Mega Man 7, do personagem que anos atrás me encantei. Foi uma das memórias mais felizes da minha vida! Bem, eu já tinha uma experiência com Mega Man 7 antes, tinha visto ele na casa do meu colega Ricardinho, o primo dele Chiquinho da escola HQ Company, que também é bastante fã estava justamente tentando matar o último chefe do jogo. Pois é, nessa época ninguém ligava pra isso de spoiler kkkk.

Ainda sobre Mega Man 7, lógico que eu joguei bastante ele, apesar de uma das memórias mais marcantes que eu tenho dele foi do meu primo matando o último chefe e todo mundo assistindo e torcendo, mas é claro que eu zerei ele também depois, até porque ele era o único cartucho que eu tinha mesmo já que eu era pobre e eles eram caros kkkk, os outros jogos eu só alugava, ou seja, joguei muito Mega Man 7 até fazer tudo no jogo e enjoar, eu joguei tanto ele que anos mais tarde joguei ele de novo em uma coletânea do PS2 e zerei ele rapidão, mesmo com tanto tempo ainda não tinha esquecido os segredos do jogo.

E então veio a geração 32 bits, e cara quando vi as primeiras imagens de Mega Man 8 e do Mega Man X4 nas revistas fiquei de queixo caído, pude ver como o jogo evoluiu, parecia um anime jogável! E então em 97 eu consegui um PS1 e finalmente joguei esses dois jogos e experimentei essa incrível evolução dos consoles de 32 bits, os gráficos pareciam ainda melhores do que eu tinha visto nas revistas Gamer Power, Ação Games e Gamer, tendo até abertura em anime com música cantada em ambos os jogos, eu nunca tinha visto isso em um jogo antes, sem contar a trilha sonora que era incrível. Foi sem dúvida uma época de ouro da Capcom, conseguiu usar muito bem o hardware 32 bits da época e deixou os jogos lindos até para os dias atuais, são jogos que não envelheceram. Porém, os outros Mega Man: X5 e X6 eu não tinha jogado tanto já que infelizmente não tinha mais o PS1, esses eu também joguei em coletânea do PS2 anos mais tarde, e desde então, infelizmente eu nunca mais joguei um Mega Man, não me interessei pelo X7 ou X8 do PS2 e nem pelo Mega Man 9 e 10, que são os mais recentes, apesar de terem gráficos 8 bits, algo que não me agradou porque pareceu preguiça da Capcom, dava pra criar algo novo usando a capacidade dos videogames modernos e me impressionar assim como me impressionei com cada Mega Man que vi nas gerações anteriores, mas infelizmente não foi assim.

Infelizmente a franquia está no limbo e pelo jeito a Capcom não tem nenhum interesse em trazer ela de volta nem com os fãs suplicando por isso há anos. 

Sonic Mania e Cuphead provaram que jogos de plataforma 2D com esse jeitão clássico ainda tem muito mercado hoje em dia, tomara que a Capcom enxergue isso e traga o o robô azul de volta. Ela anunciou que em Dezembro vai ter novidades em relação a Mega Men, vamos ver o que vai ser, eu não me animaria muito, mas vai que vem alguma surpresa por aí né?

Enfim galera, eu fico por aqui, até a próxima. Agora vou lá jogar Mega Man X4 pra matar as saudades hehehe fui.


Sobre o Editor
Renato Farias
E ae pessoal, sou o Renato 
roqueiro do mal hehe, vou postar 
bastante coisas sobre games antigos 
retros com meus comentários loucos, ehehehe. Fiquem ligados! Tamo junto galera!






Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget